segunda-feira, 11 de junho de 2007

Campanha de protesto ou para atrair mídia e eleitorado?

Tania Derveaux, a candidata ao Senado belga que ganhou fama com sua "oferta" de fazer 40.000 felações em troca de votos, obteve um total de 3.303 votos nas eleições legislativas realizadas neste domingo.Derveaux, estudante de marketing que se apresentou às eleições com o objetivo de oferecer "um voto de protesto imparcial" aos eleitores decepcionados com todos os partidos, conseguiu 0,18% do total dos votos e, assim, ficou longe dos onze grupos que obtiveram representação nesta câmara.
Apesar da fama conseguida com sua provocativa campanha, a candidata do partido NEE ("Não", em holandês) perdeu votos em relação às eleições municipais de outubro passado, nos quais obteve o apoio de mais de 4.500 eleitores na cidade de Antuérpia.A popularidade de Derveaux começou a crescer quando lançou uma campanha na qual aparecia seminua e prometia criar 400.000 "jobs" (empregos, em holandês), parodiando a oferta do partido do primeiro-ministro, Guy Verhofstadt, de criar 200.000 empregos.No entanto, a reação de um fã, que perguntou por que não prometia "blowjobs" (felações, em inglês) em vez de "jobs", fez com que a candidata desse uma reviravolta ainda mais provocadora ao slogan, e terminasse oferecendo 40.000 felações aos que se inscrevessem em seu site.
Opinem sobre a notícia. Deixe o seu comentário.
Postar um comentário