terça-feira, 31 de agosto de 2010

É o fim do jornal impresso? Jornal do Brasil apenas on-line agora


Hoje, circulou a última edição impressa do Jornal do Brasil que revelou profissionais do jornalismo brasileiro. Os leitores poderão conferir a publicação apenas no formato digital. A notícia gerou grande repercussão neste ano pela opção de anular a versão impressa, pois os jornais impressos tradicionais mantém as duas formas de apresentação para leitor. A postura radical assusta e entristece.
A revolução da informação pela internet trouxe mudanças para o jornalismo e os veículos de comunicação precisaram adaptar-se a elas. Não imaginamos a exclusão das mídias devido a capacidade multimídia da web. Quando a televisão surgiu, o rádio reinava soberano, e mesmo assim, ambos prosseguem até hoje. Eles esforçaram-se para garantir seu espaço, utilizando da grande mundial de computadores como um aliado.
A televisão oferece conteúdos exclusivos nos sites e trechos especiais de bastidores. O rádio é acessado nas cidades onde alcança a potência e também pelo mundo na Internet. As revistas apresentam informações adicionais para aprofundar a versão impressa, e ainda prestam serviços para o leitor.
O tempo atual é da convergência das mídias para transmitir informação e facilitar a comunicação neste país de dimensões continentais. Há tempos atrás, eu dizia: “Um dia, tudo será digital, inclusive jornal”. Chegamos a este tempo, e não consigo ver esse avanço como vitória para o jornalismo brasileiro.  


Saiba mais


Fim da edição impressa do Jornal do Brasil

Dez ótimas dicas para o trabalho em equipe


1. Seja paciente
Nem sempre é fácil conciliar opiniões diversas, afinal "cada cabeça uma sentença". Por isso é importante que seja paciente. Procure expor os seus pontos de vista com moderação e procure ouvir o que os outros têm a dizer. Respeite sempre os outros, mesmo que não esteja de acordo com as suas opiniões.

2. Aceite as ideias dos outros
Às vezes é difícil aceitar idéias novas ou admitir que não temos razão; mas é importante saber reconhecer que a idéia de um colega pode ser melhor do que a nossa. Afinal de contas, mais importante do que o nosso orgulho, é o objetivo comum que o grupo pretende alcançar.

3. Não critique os colegas
Às vezes podem surgir conflitos entre os colegas de grupo; é muito importante não deixar que isso interfira no trabalho em equipe. Avalie as idéias do colega, independentemente daquilo que achar dele. Critique as idéias, nunca a pessoa.

4. Saiba dividir
Ao trabalhar em equipe, é importante dividir tarefas. Não parta do princípio que é o único que pode e sabe realizar uma determinada tarefa. Compartilhar responsabilidades e informação é fundamental.

5. Trabalhe
Não é por trabalhar em equipe que deve esquecer suas obrigações. Dividir tarefas é uma coisa, deixar de trabalhar é outra completamente diferente.

6. Seja participativo e solidário
Procure dar o seu melhor e procure ajudar os seus colegas, sempre que seja necessário. Da mesma forma, não deverá sentir-se constrangido quando necessitar pedir ajuda.

7. Dialogue
Ao sentir-se desconfortável com alguma situação ou função que lhe tenha sido atribuída, é importante que explique o problema, para que seja possível alcançar uma solução de compromisso, que agrade a todos.

8. Planeje
Quando várias pessoas trabalham em conjunto, é natural que surja uma tendência para se dispersarem; o planejamento e a organização são ferramentas importantes para que o trabalho em equipe seja eficiente e eficaz. É importante fazer o balanço entre as metas a que o grupo se propôs e o que conseguiu alcançar no tempo previsto.

9. Evite cair no "pensamento de grupo"
Quando todas as barreiras já foram ultrapassadas, e um grupo é muito coeso e homogêneo, existe a possibilidade de se tornar resistente a mudanças e a opiniões discordantes. É importante que o grupo ouça opiniões externas e que aceite a idéia de que pode errar.

10. Aproveite o trabalho em equipe
Afinal o trabalho de equipe, acaba por ser uma oportunidade de conviver mais perto de seus colegas, e também de aprender com eles.
   

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Mossoró é uma das metrópoles do futuro? Não é muito exagero?


Hoje, os outdoors de Mossoró (RN) anunciavam: “A Veja comprova o crescimento da cidade e coloca entre as metrópoles do futuro”. Li a matéria da revista, e confesso que não percebi muitas justificativas para tamanho título. É fato, observa-se um crescimento econômico e social, mas não é algo que mereça tanto alarde.
Temos atraído interesse de empresas varejistas e do ramo de serviços de nome nacional, e também algumas indústrias do ramo ceramista. Há acentuação do crescimento imobiliário que aqueceu o mercado da construção civil. Houve investimentos em cultura e lazer, por exemplo, o Teatro Municipal Dix-Huit Rosado, Memorial da Resistência e a Praça da Convivência.
Porém, a área de petróleo não vive os melhores dias, pois houve redução das contratações de profissionais e demissões começam a ganhar volume. Pergunte a alguém que trabalha em prestadoras de serviço. Na fruticultura, os produtores reclamam das condições adversas para exportação de produtos e ausência de infra-estrutura do Estado.
As ruas da cidade não estão completamente sinalizadas e há muito descaso nesse ponto. Esqueceram que reclamávamos de buracos nas pistas? Sem falar no transporte público. Em Mossoró, o cidadão pega táxi se quiser sair de casa ou compra carro e moto. Estudante para ir a universidade só tem dois horários de ônibus (Ida e volta), depois disso, se vira. 

O que falta para Mossoró alcançar o posto?




Vou enumerar cinco pontos essenciais: 

Transporte Público – o cidadão merece o direito de ir e vir para onde quiser. Uma saída para resolver a questão era o poder público incentivar por subsídios essa área e garantir uma passagem barata e linhas de ônibus para todos os lugares. O trabalhador para ir ao centro e voltar, dependendo de ônibus, gasta em média R$ 7,00, e de tâxi, R$ 8,00.

Infra-estrutura – Pavimentar todas as ruas das cidades, inclusive as projetadas. Garantir habitação digna para as pessoas e saneamento básico nos bairros.

Educação – Instalar creches nos bairros que ofereçam até a alfabetização e incentivar o ensino fundamental e médio integral. Nas áreas periféricas, a creche é interessante para ocupar a criança enquanto o pai e a mãe trabalham ou procuram emprego.  As crianças escapam da marginalização com as creches.

Saúde – Criar núcleos de apoio a criança e ao adolescente nos PSFs e UPAs a fim de orientá-los para uma vida saudável e digna.

Emprego – Criar programas de incentivo a contratações pelas empresas, e realizar parcerias com centros de formação profissional para ofertar a população.


Comunicação: Publicidade nas escolas será proibida!



As empresas poderão ficar proibidas de fazer ações de marketing, entregas de amostras grátis e qualquer ação de promoção de produto ou serviços dentro das escolas. A Câmara dos deputados está analisando o projeto de lei 7480/10, que proíbe qualquer forma de publicidade dentro das escolas de educação básica.
A proposta, elaborada pelo deputado Eliene Lima (PP-MT), estabelece uma mudança no Código de Defesa do Consumidor, que já considerava como abusiva a prática de veiculação comercial e anúncios de produtos às crianças que, segundo o Código, não tem clareza e entendimento suficiente para filtrar a mensagem que recebem. O projeto também vista proteger as crianças, considerando sua idade e condição social e seu pouco discernimento para não cair em práticas consumistas.
Segundo o deputado Eliene Lima, o texto do Código Penal que regulamenta essas ações não tem sido suficiente para “livrar crianças e adolescentes da voracidade comercial de algumas empresas".  O projeto de lei será analisado em caráter conclusivo, precisando somente ser votado pelas comissões designadas a analisá-lo.
A publicidade direcionada ao público infantil e adolescente está na pauta dos órgãos públicos. No dia 29 de junho, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvia) publicou no Diário Oficial da União uma determinação para que toda a propaganda de alimentos considerados “pouco saudáveis” (grupo que compreende guloseimas e bebidas com alto teor de açúcar, gordura ou de sódio) contenha mensagens de alerta sobre os riscos que causam à saúde de quem os consome.
Assim que a medida foi publicada, diversas entidades do setor alimentício e também do setor publicitário manifestaram sua indignação, publicando cartas e comunicados no qual repudiavam a interferência da Anvisa na publicidade, alegando que a Agência não tem competência para legislar nessa área. Pouco tempo depois, a advocacia Geral da União (AGU) recomendou a Anvisa que suspendesse a resolução. Como tinha somente caráter sugestivo, o pedido não barrou a Agência, que segue com a sua determinação.

Com informações da Agência Câmara.

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Blogueira da Record recebe recado via stripper na redação após discussão com Marcos Mion

video


A jornalista Fabíola Reipert, do portal R7 - pertencente à Rede Record - , foi surpreendida, na tarde desta quarta-feira (25), por um stripper na redação. Ao encontrar Fabíola, o dançarino lhe entregou um recado que, supostamente, teria sido enviado pela produção do humorístico da casa, que é dirigido pelo apresentador Marcos Mion: "O 'Legendários' ama você".
Em entrevista ao Portal IMPRENSA, Reipert afirmou ter ficado surpresa quando descobriu que o garoto que entrou na redação não era um motoboy. "Eu tava aqui sentada, ele me entregou um envelope e eu pensei que fosse uma correspondência qualquer. Aí estava escrito "o Legendários ama você". E ele começou a tirar a roupa", explicou.
A "brincadeira" ocorre um dia depois de Mion e Fabíola terem trocado farpas por meio do Twitter. Em seu blog, a jornalista postou uma nota, na última segunda-feira (23), dando conta de que a audiência do "Legendários" era a pior desde a sua estreia.  Sobre o suposto desentendimento com Mion, Reipert afirmou que tinha dado o episódio como encerrado e que a surpresa do stripper não a ofendeu.
"Eu não briguei com ninguém, e eu não sou muito de responder, mas, como não gostei, na hora acabei respondendo [pelo Twitter] que fiz o meu trabalho. Mas agora acabou, é tudo brincadeira", afirmou a jornalista. Fabíola afirmou que não pretende responder na mesma moeda a brincadeira.

Fonte: Portal Imprensa

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Blogue Everton Lima colabora com o site Promoviews

A postagem de segunda-feira sobre a FICRO 2010 trouxe repercussões interessantes. Ontem, recebi um contato de Antônia Goularte, editora de conteúdo do site Promoview, que destaca ações promocionais de empresas. Ela viu minha postagem pelo alerta google e interessou-se pelo assunto para publicar no site. Olha só minha gente que bom! Amanhã, você acessa o site e vê essa postagem contando alguns detalhes. 
Aproveito para utilizar uma imagem que ainda não tinha utilizado nas postagens sobre o assunto. No salão de automóveis, o estande da Socel Veículos utilizou um Dj para tocar música eletrônica recepcionando os visitantes da feira.

Palestra: O Segredo da Comunicação Eficaz


Bem gente, chegou a hora de vender o meu peixe, estarei ministrando a palestra O Segredo da Comunicação Eficaz, próxima quarta-feira, às 19h, no SESC Mossoró. Vamos lá. 


Objetivo: Despertar a consciência para a importância da comunicação no cotidiano de trabalho, família e amigos.
Conteúdo:
1-     Comunicação é a base para  o relacionamento humano
2-     O que é a comunicação eficaz?
3-     Pontos da arte da comunicação eficaz
4-     Sistema POC – Preciso, Objetivo e Claro
5-     Comunicação e Redes Sociais
Horário: 19h
Data: 01/09/2010
Local: Auditório SESC
Instrutor: Everton Lima 
Possui graduação em Comunicação Social Habilitação Jornalismo pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (2007). Teve experiências profissionais no rádio (FMs Comunitárias, FM Santa Clara 105,1 Mhz e Rádio Universitária FM), jornal impresso (Gazeta do Oeste), Televisão ( TCM TV Cabo Mossoró, TV Mossoró, e SIM TV afiliada da Rede TV no Estado). Conhece os mercados de comunicação dos estados do Ceará e Rio Grande do Norte em instituições públicas e privadas.
 

Entrada: 1kg de alimento/ 
Reservas: 3316-3665 /ramais:202/209

terça-feira, 24 de agosto de 2010

Negócios: Pesquisa divulga as marcas mais fortes do mercado



A Associação Brasileira de Anunciantes divulgou as marcas mais fortes em categorias diversas do mercado nacional.  A pesquisa, realizada pela Top Brands Consultoria de Branding e Quest Pesquisa de Marketing, entrevistou quase duas mil pessoas em oito capitais brasileiras por telefone.
Veja o resultado:
Categoria/ Marca

Banco – Itaú
Cartão de Crédito – Visa
Posto de Combustível – BR Petrobras
Supermercados – Carrefour
Plano de Saúde – Unimed
Operadora de telefonia móvel – Oi
Operadora telefonia fixa (DDD) – Oi
Automóvel – Fabricante – Volkswagen
Automóvel – Modelo – Gol
Aparelho de TV – LG
Analgésico – Dorflex
Fabric. Medicamento genérico - Medley
Provedor de internet – Vírtua
Revistas – Veja
Emissora de TV (aberta) – Rede Globo

Redes Sociais: Orkut divulga novidades para usuários em seu blogue


Hoje, os usuários do Orkut passaram a encontrar novidades no site de relacionamentos que facilitaram a interação entre eles.  A nota foi publicada no Blogue oficial do Orkut e trouxe novidades como o envio de scraps para outros sem sair da página, bem como, enviar para várias pessoas ou grupos de pessoas, sem necessitar copiar e colar (o velho Ctrl + C Ctrl  +V).
Além disso, o usuário possui privacidade no envio dos recados para quem quiser ou grupo que desejar. Estes grupos de amigos poderão ser abertos na página inicial e facilidade para interação com eles. Em breve, ele poderá também enviar um recado para os aniversariantes sem a necessidade de acessar a página do outro. 
Para conferir essas novidades e outras, acesse o endereço abaixo:

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Ações de Divulgação de empresas participantes da FICRO 2010

Conforme prometemos na sexta passada, trago fotos quatro ações promocionais realizadas por empresas que participaram da FICRO 2010. Julguei como ações interessantes que chamaram a atenção do público. Infelizmente, ainda existem empresas que continuam a investir em panfletos e folders como forma principal de divulgação. Que pena! No final da feira, os cestos de lixo estavam lotados deles.
Trazemos abaixo os meninos vestidos e pintados de Blue Man para divulgar loja autorizada da TIM no evento.



A Jodiesel trouxe um homem montado numa perna de pau com uma mochila banner divulgando a marca da empresa. A frase do banner sugere o sentido da ação promocional.




Este casal divulgava uma loja de fantasias de Mossoró e estavam sempre na porta de entrada do evento para acolher os visitantes.




SENAC divulgou os cursos profissionalizantes com demonstrações das áreas de atuação. Abaixo, cursos dos setores de imagem pessoal e gastronomia.




sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Comentário do dia: O que é inovar para o mercado e inovar para a empresa?


Quem sabe inovar no mercado ganha o sabor do pioneirismo e do diferencial no segmento de atuação. Quando a empresa lança um produto ou serviço que é novidade e não há nada parecido, chamamos de inovação. Ao lançar o Ipad, a Apple inovou e conseguiu uma venda alarmante do produto. Depois do Ipod e Iphone, o público deseja o Ipad, do mesmo jeito que estes marcavam a lista de pedidos em sua época de lançamento.
Até surgir uma novidade nessa linha de produtos, o Ipad irá reinar absoluto nas vendas. Isto chamamos de inovar para o mercado. Mas o que é inovar para a empresa? Quando a organização inclui entre as suas atividades a fabricação e o oferecimento de um serviço ou produto já existente no mercado.  Este produto ou serviço ainda não existe na empresa, mas será inserido a fim de inovar para si próprias.
Elas produzem algo que elas não produziam antes. Neste caso, há inovação para as empresas. Se uma agência de publicidade inclui um Ipad para facilitar a apresentação de peças de campanha do atendimento publicitário, a empresa inova para melhor atender. A inovação existe para servir ao cliente. Então, é necessário conhecer o público-alvo para inovar com produtos e serviços.
Não queira insistir em buscar a grande idéia que trará 100 mil reais para você, comece com a pequena idéia em que lucrará 3 reais, pois é melhor investir nelas, do que esperar por uma que pode não chegar.  Às vezes, as pequenas idéias valem pouco, mas podem conceder muito lucro no futuro. 

Obs:Durante a FICRO 2010 (Mossoró-RN), vamos fotografar as ações criativas e divulga-las na segunda-feira

Marketing do Internacional utiliza título da Libertadores da América em campanha publicitária


Com a vitória de virada sobre o Chivas Guadalajara, do México, na noite desta quarta-feira, 18, pela Copa Santander Libertadores da América, o Internacional de Porto Alegre conquistou a taça de um dos mais importantes campeonatos interclubes.
O time gaúcho agora vai representar a América do Sul no Campeonato Mundial Interclubes, nos Emirados Árabes, em dezembro. E a diretoria de marketing não deixou a desejar. Nesta quinta-feira, 19, já estava à venda na loja oficial do clube na internet e nas licenciadas Inter Sport, a camiseta comemorativa que deve ser um sucesso de vendas. Estima-se que em pouco mais de um mês sejam vendidas mais de 30 mil peças, arrecadando R$ 150 mil em royalties.
A camiseta comemorativa custa R$ 49,90 e traz dizeres como “Inter bicampeão 2010 Libertadores”, e “Quero Abu Dhabi Mundial 2010”. Além disso, na parte interna da camiseta está estampado o rosto de um saci, mascote oficial do clube. Ao virá-la e colocá-la na cabeça, assim como fazem os jogadores para comemorar o gol, o rosto do torcedor assume o semblante do mascote, que está vestido de árabe.
Outra dedicatória foi da agência DCS, que publicou anúncios em jornais para alguns de seus clientes em homenagem ao clube. A agência elaborou anúncios criativos, enaltecendo as características do clube: “de rolo compressor à empilhadeira de titulas”, para a Tramontina; “Nada vai separar você dessa felicidade”, para a Coca-Cola; e um foto de torcedores reais, ilustrada junto com craques do time colorado comemorando o campeonato, para a Reebok.

Fonte: Meio e Mensagem 

Publicidade: Campanha da Brahma com Tartaruga em 2002

video

Humor: Você lembra desse comercial da Skol?

video

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Comentário do dia: Como difundir a marca da empresa de forma positiva?


A Noar Linhas Aéreas reuniu a imprensa, ontem, para apresentar a aeronave modelo LT-400, utilizada pela empresa para os vôos comerciais que entram em operação em Mossoró (RN) até o final do mês.  No dia da coletiva, o jornal De Fato publicou uma matéria sobre o assunto, e a foto que ilustrava a chamada de capa mostrava funcionários da empresa aérea sentados no chão preparando equipamentos no aeroporto (foto da postagem).
Ao ver a imagem, o leitor terá uma má impressão da empresa, pois onde preparavam os equipamentos de instalação não havia sequer uma cadeira para os funcionários ou mesa abrigarem as máquinas suportadas em cima das caixas.
Daí imagina-se amadorismo, desorganização, despreparo, falta de profissionalismo e segurança. Quem poderia evitar essa imagem equivocada? Como difundir a marca da empresa de forma positiva?
Antes de uma entrevista ou visita da imprensa a empresas ou locais de eventos, a assessoria de imprensa deve preparar o lugar, e verificar as condições para recepção dos jornalistas e o repasse das informações. Definir os lugares para fotografia acompanhando o trabalho dos profissionais.  Tudo o que pode ser feito para passar uma imagem positiva da marca ou empresa, é realizado antes. Por isso, todas as precauções devem ser tomadas.
Porém, este trabalho de comunicação das empresas é conjunto entre a assessoria, marketing, publicidade e direção da organização. Uma falha do composto da comunicação integrada causa ruídos na mensagem transmitida para atingir os públicos de interesse. Grandes empresas comunicam de forma precisa, objetiva e clara, sem comprometer a sua imagem institucional.

De olho na política: Serra reduz a rejeição ao seu nome após entrevista no JN


Esta informação foi confirmada pela pesquisa do M&M Online Group que apontou uma redução de 20% de comentários negativos do candidato tucano após a entrevista no Jornal Nacional e debate da Band. Serra obteve 39% de comentários negativos contra 42% contabilizados por Dilma, que ao lado de Marina, conseguiu crescimento de 17% e 3%, respectivamente. O levantamento foi feito entre os dias 6 e 12 de agosto e monitorou 116.140 ocorrências.
Já com relação aos comentários positivos, todos os candidatos apresentaram melhora nos sete dias analisados, sendo que a mais evidente protagonizada por Dilma: 2% em relação ao período anterior. A candidata pelo PV aumentou seu share positivo em 1,53% e Serra em apenas 0,41%. Do total de comentários positivos, portanto, Marina somou 43,29%, Dilma 32,77% e Serra 23,94%

Saiba mais

Regional: FICRO abre estandes para visitantes

Hoje, começa a XXIII Feira Industrial e Comercial da Região Oeste do Rio Grande do Norte (FICRO), na Expocenter, em Mossoró. A abertura solene ocorre às 20h, e a feira irá até domingo (22) no horário das 19h às 22h, para visitação. Serão 320 estandes distribuídos em todo o evento promovido pela Associação Comercial e Industrial de Mossoró (ACIM) e o Serviço Brasileiro de Apoio à Pequena e Microempresa (SEBRAE).
A FICRO 2010 movimenta a economia regional trazendo retorno para os hotéis que registram números altos de ocupação durante o evento. A organização estima um volume de negócios em mais de R$ 20 milhões e a média de público de 15 mil pessoas por dia. É um momento oportuno para rodadas de negócios e visita de investidores externos (de outros estados em busca de parcerias). 

Setor de franquias deve crescer 6% no Brasil


O segundo trimestre de 2010 foi favorável para o setor de franquias no Brasil. No período, as redes e marcas de diversos segmentos conseguiram crescer 3,7% expandindo as suas atividades e o número de lojas franqueadas.
O resultado foi divulgado pela Associação Brasileira de Franchising e fazem parte de um estudo periódico feito em parceria com o Provar – Programa de Administração de Varejo, da Fundação Instituto de Administração (FIA).
Para o estudo, a ABF avalia 54 redes de franquias, de diferentes ramos, e analisa o desempenho de suas atividades no País. Os números do setor devem ainda ficar melhores na segunda metade de 2010. Segundo a ABF, a previsão é de que, no próximo trimestre – que compreende os meses de julho, agosto e setembro, o setor de franquias cresça 6,1% em todo o Brasil.
As empresas do ramo de alimentação ainda correspondem a maior parte das franquias existentes no Brasil. Do total de lojas que funcionam sob esse sistema, 28% são do setor alimentício. Na sequência aparece uma variação do setor alimentício (empresas de bebidas, cafés, doces e salgados), com 20% da fatia do setor de franquias, seguida das empresas de negócios, serviços e conveniência que, juntas, detém 15% do total do setor.

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

SENAC abre estande na FICRO 2010


O Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (SENAC) participará XXIII Feira da Indústria e do Comércio da Região Oeste (FICRO), entre os dias 19 e 22 de agosto, no Centro de Convenções – Expocenter (Mossoró-RN). É a segunda vez que abrirá um estande para divulgar os cursos da Instituição no evento. A equipe de alunos e professores estará no local desempenhando atividades de promoção das formações profissionalizantes.
O estande possui 48 m² e estará dividido pelas áreas de atuação dos cursos do SENAC. Em imagem pessoal, haverá demonstração de tendências de cabelos e maquiagens para os visitantes. Na gastronomia, os alunos irão preparar pratos para apresentação e haverá oficinas de canapés, tábua de frios, e decoração de frutas e legumes.
No local, a turma de Técnico em Enfermagem verificará pressão arterial e IMC (índice de massa corpórea), realizará o teste de HGT (Glicemia), e distribuirá preservativos. Quem visitar o estande receberá informações sobre bons hábitos de vida saudável. Nas atividades, a equipe de professores estará acompanhando o desempenho dos alunos e prestando assistência aos visitantes.




Fusões entre bancos é aprovada pelo Cade


A fusão entre os bancos Itaú e Unibanco recebeu nesta quarta-feira, 18, aprovação sem restrições do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). O acordo, anunciado em novembro de 2008, ficou sob análise do órgão por oito meses - isso porque antes já havia passado por outros entidades e pelo Banco Central. O negócio foi aprovado, por unanimidade, pelos seis conselheiros e pelo presidente do Conselho.
Com base em pareceres dos outros órgãos nos quais o caso havia sido analisado, o relator Fernando Furlan argumentou que união dos bancos não representa ameaça à livre concorrência do segmento. Ele observou que a competição entre as instituições bancárias brasileiras é grande e que a participação dos bancos públicos ajuda a manter esse mercado acirrado.

Com informações da Agência Brasil

terça-feira, 17 de agosto de 2010

Venda de E-books ultrapassa livros convencionais


A venda de livros em formato e-book para o Kindle superou a de livros convencionais, anunciou a Amazon nesta segunda-feira (19/07). De acordo com a empresa, as vendas aumentaram desde que a companhia abaixou o preço do produto.
“A taxa de crescimento de vendas de unidades de dispositivos Kindle triplicou desde que baixamos o preço de US$ 259 para US$ 189”, explicou Jeff Bezos, fundador e diretor-executivo da Amazon.com, em comunicado.
O diretor está impressionado com o resultado, já que o Kindle é um produto relativamente novo no mercado. “Além disso, mesmo com as nossas vendas de (livros de) capa dura continuando a crescer, o formato Kindle já ultrapassou o formato. Os clientes da Amazon.com agora compram mais livros Kindle do que livros convencionais – impressionante quando você considera que nós vendemos livros de capa dura há 15 anos, e livros Kindle há 33 meses”.
A empresa vendeu três vezes mais livros Kindle no primeiro semestre deste ano, que no mesmo período de 2009. De acordo com Associação Americana de Editores, as vendas de e-books cresceram 163% em maio. Se comparada com as vendas do mesmo período de 2009, o crescimento chega a 207%.
Além de oferecer mais de 1,8 milhão de livros digitais gratuitos, disponíveis para download, a Amazon comercializa mais de 630 mil títulos, a maioria com preços até US$ 10.

Começa a propaganda eleitoral na televisão e rádio


Desde o início da corrida eleitoral, em 6 de julho, três dos nove candidatos à Presidência mobilizam a atenção da mídia: Dilma Rousseff (PT), José Serra (PSDB) e Marina Silva (PV). Nesse tempo, eles já estiveram em um debate e sabatinas, mas os estrategistas de marketing político cravam: a campanha começa para valer agora. Nesta terça-feira, 17, a propaganda eleitoral ganha rádio e TV. 
O presidente da Associação Brasileira de Consultores Políticos, Carlos Manhanelli, afirma que o investimento de produção de TV e rádio gira entre 58% e 60% do valor total da campanha. Tal montante engloba custos da produção em si, da equipe e até de construção de cenários. 
Na opinião de Toni Cotrim, consultor de marketing político e que atua na área desde 1986, a campanha só dá largada quando entra o horário eleitoral na TV. O início dessa fase, inclusive, é um dos momentos mais tensos para as equipes dos candidatos. "Nesse começo, há uma expectativa muito grande, de todos os lados. De longe, a campanha na TV é a parte mais importante da estratégia", explica.

Dilma - total de despesas pagas - R$ 9,560.154,38.
Entre esses gastos, estão: publicidade por materiais impressos, com R$ 5.192,50, e produção de programas de rádio, TV ou vídeo, com R$ 4,5 milhões.

José Serra - total de despesas pagas - R$ 2.593.501,81.
Entre esses gastos, estão: publicidade por materiais impressos, com R$ 472.593,60, e produção de programas de rádio, TV ou vídeo.

Marina Silva - total de despesas pagas - R$ 3.470.250,65.
Entre esses gastos, estão: publicidade por materiais impressos, com R$ 1.078.180,00, e produção de programas de rádio, TV ou vídeo, com R$ 1.325.835,90.


segunda-feira, 16 de agosto de 2010

De olho na política: Serra é o candidato da rejeição no Nordeste




Não vejo que Serra fosse a melhor escolha do PSDB para estas eleições. Para mim, o candidato para bater Dilma e o populismo de Lula seria Aécio Neves para presidente sem a figura do José Serra por perto. Como são águas passadas e o quadro é Serra como candidato, o assunto não entra na pauta. A questão é o posicionamento e a imagem dos concorrentes nesta eleição.
Serra possui uma rejeição forte na região nordeste e já foi comprovado por pesquisas recentes. O melhor desempenho de Dilma continua sendo em Pernambuco, onde ela também apresenta seu maior crescimento. A vantagem da petista sobre Serra entre os pernambucanos, que era de 15 pontos, agora é de 33. O Estado tem 6,3% do eleitorado.
O segundo maior crescimento de Dilma se deu na Bahia, quarto maior colégio eleitoral. A petista acrescentou 11 pontos à sua vantagem sobre Serra e agora tem 48% de intenção de voto entre os baianos, e o tucano, 26%. Esses dados foram apontados pelo Data Folha que aponta a liderança de Dilma nas regiões nordeste e sudeste.
Fiz questão de apresentar os números da pesquisas para orientar o leitor neste comentário e embasar minha opinião: “Candidato com rejeição forte não reverte resultado”. Perguntei a um taxista se votaria em Serra. Ele respondeu que não, pois nunca viu ele dar um sorriso. “Quem me garante que trará mais melhorias para o Nordeste”, dizia ele.

  

  

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

De olho na política: Marina Silva é a coadjuvante em busca dos holofotes



A proposta da candidata Marina Silva (PV) possui embasamento no trabalho desempenhado como Ministra do Meio Ambiente. É oposição ao governo Lula e já esteve do lado da situação no passado (tipos de contradições que persistem na política brasileira). Não é tão desconhecida do grande público, pois ações importantes do ministério tiveram audiência das mídias.
Ela é a coadjuvante no embate de PT X PSDB, mas aproveitará a oportunidade para chamar a atenção do público para seu nome. Não vejo perfil de liderança e muito menos de coerência política partidária para que arrisque uma candidatura à presidência. A bandeira da sustentabilidade ambiental levantada por ela é a única discussão que pode render bons frutos para o Brasil. Dependerá da maneira que for divulgada.
Marina Silva busca os holofotes e o status de que concorreu nessas eleições para presidente. Sem dúvida, dará uma contribuição importante em várias discussões sobre meio ambiente, educação e saúde. Apesar de não causar preocupação aos principais atores da disputa, ela consegue votos de eleitores que não simpatizam com esse duelo de PT e PSDB.

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

De olho na política: Dilma levanta a bandeira Governo Lula


Nesta semana, vou emitir minha opinião sobre os candidatos a presidência da república em nosso país. Em especial, os três mais bem colocados nas pesquisas: Dilma Rouseff (PT), José Serra (PSDB) e Marina Silva (PV). Vou comentar embasado ao que acompanhei de entrevistas dos candidatos em jornais e revistas. Traçarei em palavras claras e sem muitos rodeios.
Dilma Rouseff (PT) deve agradecer todos os dias pelo “padim Lula”, por que se não fosse as ações desse governo não teria o que dizer. É impressionante! A cada dez palavras, onze é governo Lula. Por levantar essa bandeira, muitos questionamentos dos jornalistas batem nas falhas da máquina administrativa. Apesar do texto ensaiado na ponta da língua, a candidata sofre na mão dos jornalistas.
É bom para ela usar a imagem de Lula para promover a candidatura, mas terá que aguentar as pedras na vitrine também. Em minha opinião, não sabemos quem é esta candidata, por que ela usa imagem de outro para conseguir eleição. Tenho um parente que vai votar em Dilma, por que Lula foi bom. Ele não vota em Dilma. Vota na continuidade do governo Lula.
Para o povo é Lula, nada de Dilma. Nessa tese, não acredito nela como presidente, pois não sabemos quem é. Daquele angu, pode esperar que tem caroço.

Negócios: As fusões de empresas e a política socialista entre países


Há duas semanas comentei em nosso blogue sobre a importâncias das fusões e aquisições de empresas no mercado interno brasileiro para fortalecer a economia nacional frente a concorrência estrangeira neste mundo globalizado. A empresa espanhola Telefônica anunciou um acordo para fechar a compra da participação da Portugal Telecom na Vivo, por 17,3 bilhões de reais. Os portugueses pagarão mais de 8 bilhões de reais para assumir uma fatia de 23 % na Oi e tornou-se o maior acionista da empresa brasileira.
A Telefônica e Portugal Telecom obtêm mais da metade de seu faturamento em suas operações internacionais. No mercado da comunicação, há uma tendência para uma oferta de internet, TV a Cabo e Telefonia em conjunto. No Brasil, a concentração dos serviços está entre Telefónica (Vivo, TVA, Speedy e Terra), América Móvil (Claro, Net e Embratel), e a Oi agora. Por fora, corre a TIM pertencente aos italianos.
A revista Veja da semana passada abordou que a negociação de Telefônica e Telecom é fruto de intercâmbio de influências entre os partidos de esquerda de Brasil e Portugal. Esta é uma vertente possível que não havia discutido neste espaço. Não gosto dela. Dessa forma, começamos a perceber manobras políticas para favorecer grupos empresariais e o poder político do Estado deve favorecer o povo.
Investir na economia interna e contribuir para competitividade de organizações brasileiras, reduzindo as taxas tributárias que tornam-se gargalos para o crescimento de pequenas e médias empresas. Isto é prioridade! Traçar ligações que atendem a interesses e manobras políticas em favor de grandes organizações não traz retorno direto ao povo brasileiro.