segunda-feira, 6 de julho de 2009

Comentário do dia: Por que ainda trabalharmos na comunicação?


Nesses últimos dias, encontrei alguns amigos jornalistas formados desanimados e até frustrados com a derrubada da obrigatoriedade do diploma. E ouvi uma pergunta que muito me chamou atenção: Por que ainda trabalharmos na comunicação? No fundo, ele queria saber: Para onde ir? O que fazer? Ainda vale a pena?

A pergunta tem fundamento, pois segundo pesquisa recente, o curso de jornalismo é um dos que mais cresce nos últimos anos em quantidade de escolas e profissionais formados. Porém, a quantidade de vagas abertas é pequena para atender a demanda de emprego. Em Mossoró, o momento é bom, pois novas oportunidades estão abrindo nesse setor acompanhado do crescimento econômico da cidade.

Resolvi dar o seguinte resposta para eles: Para o profissional capacitado, sempre haverá espaço no mercado. Você tem a formação em jornalismo e isso é um diferencial. A experiência da prática jornalística soma ainda mais, pois lhe traz reconhecimento e aperfeiçoa as técnicas. Você não pode parar apenas na graduação, precisa fazer uma pós-graduação ou um MBA que lhe traga novidades da área. O profissional competente está a frente por que ele busca e não espera acontecer. O profissional incompetente é acomodado e não busca formação sobre a profissão e pensa que nada vai mudar. Não há nada perdido, é preciso acreditar e seguir em frente. Vale a pena, se a alma não é pequena. Seja perseverante.


Boa semana!



Postar um comentário