segunda-feira, 25 de fevereiro de 2008

Jornalista é condenada a 17 meses de prisão por injúria

Alguns jornalistas confundem liberdade de expressão com expressão de libertinagem. O Tribunal Superior de Bogotá, na capital colombiana, confirmou a condenação da jornalista Graciela Torres, conhecida como La Negra Candela, pela divulgação de um vídeo com cenas íntimas da atriz colombiana Lully Bosa.

A jornalista foi condenada a 17 meses de prisão domiciliar por injúria, não poderá exercer a profissão durante esse período, além de pagar multa de 200 salários mínimos.

De acordo com informações do site Consultor Jurídico, a jornalista foi acusada de violação da vida íntima, divulgação de informação de caráter privado e ofensa à imagem e dignidade da atriz.
Graciela Torres divulgou na TV um vídeo em que a Lully Bosa aparece fazendo sexo com seu preparador físico.
Postar um comentário