terça-feira, 26 de fevereiro de 2008

Justiça absolve acusados de seqüestrar repórter da Globo


O juiz da 7ª Vara Criminal da Capital, Djalma Rubens Lofrano Filho, absolveu os três acusados de seqüestrar o repórter da TV Globo, Guilherme Portanova, e o auxiliar técnico Alexandre Calado, em agosto de 2006.


Por ausência de provas, Simone Barbaresco, Ivan Raymondi Barbosa e Anderson Luis de Jesus foram absolvidos."No mérito, a ação penal é improcedente, pois não foram reunidas nos autos [...] provas de envolvimento dos acusados nos crimes que lhe foram imputados, com suficiência para amparar uma decisão condenatória", afirmou o juiz.


O advogado responsável pela defesa de Ivan Raymondi Barbosa, Francisco Lobo da Costa Ruiz, afirmou que irá entrar com recurso. "Vamos recorrer da sentença para alterar o dispositivo da absolvição, de falta de provas para não ter o réu concorrido para a infração penal, inclusive não configurada".


De acordo com informações do site Última Instância, Ruiz declarou, ainda, que está estudando uma ação de indenização contra o Estado e uma "ação especial" contra um delegado da Delegacia de Roubo a Bancos, que ele acusa de não juntar ao processo provas que favoreciam o seu cliente.


Fonte: Portal Imprensa
Postar um comentário