quarta-feira, 19 de dezembro de 2007

Bola Fora: Notícia sem aprofundamento


Já faz algum tempo que neste espaço mostramos casos de falhas da imprensa mossoroense. Quero destacar a cobertura do incidente com o avião do presidente do senado, Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN). No vôo 3371 da TAM, estavam também os deputados federais João Maia (PR) e Felipe Maia (DEM), além do prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves (PSB) e o deputado estadual Walter (PMDB), filho de Garibaldi. A falha: falta de aprofundamento da notícia abordada pelos jornais, quanto a explicação de termos técnicos da aviação. Trazendo informações desncontradas. O jornal Correio da Tarde (edição de ontem) traz a versão dos especialistas que embasam esta postagem. Transcrevo aqui, o trecho da matéria:


"O vôo 3371 teve de retornar a Natal após ter uma pane elétrica. Após 40 minutos de vôo, o comandante avisou que teria de retornar por motivo de segurança. O problema elétrico foi causado devido a uma pane no sistema que fica na calda do avião. Com isso, o avião perde a iluminação interna e o ar-condicionado, além de ter risco de despressurização.Segundo especialistas em aviação ouvidos pelo CORREIO DA TARDE, não existe a possibilidade de ter havido a perda de ação das turbinas, que teria causado uma grande tragédia. Na verdade, o que houve foi uma ação do piloto de diminuição proposital da altitude para evitar que o risco de despressurização trouxesse maiores problemas para a aeronave. Ao mesmo tempo, houve uma diminuição da potência das turbinas para que estas passassem a funcionar em altitude menor. A pressurização do avião acontece para garantir o ar a ser respirado pelos passageiros e tripulação. Se despressurizada, a aeronave transforma o ar em rarefeito. Quanto mais alto, maior o risco de causar desmaio e até morte."
Postar um comentário