quinta-feira, 20 de dezembro de 2007

Contra tudo e contra todos


A luta do bispo de Barra (BA), Dom Luiz Flávio Cappio, era desigual. A CNBB e Vaticano está contra ele, e o governo não cede. A pressão é muito alta. Não é quem resista. Mas elogio a atitude do Bispo, foi muito firme nos seus propósitos e enfrentou tudo. Pena, que nosso país nosso povo não tenha consciência de participação política ativa nos acontecimentos do país. Talvez o final fosse diferente. O bispo recebeu alta da Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Memorial de Petrolina (PE) nesta quinta-feira (20), para onde havia sido levado na noite anterior, após desmaiar. Cappio está em greve de fome há 24 dias em protesto contra o projeto de transposição do Rio São Francisco. Após o anúncio de que o Supremo Tribunal Federal (STF) derrubou liminar e a representação que determinava a suspensão das obras de transposição, o bispo desmaiou. O juiz Luís Roberto Cappio Guedes Pereira, 39, sobrinho do bispo de Barra (BA), d. Luiz Flávio Cappio, 61, afirmou que vai conversar ainda hoje com o religioso para que ele suspenda imediatamente a greve de fome. Em outubro de 2005, ele permaneceu 11 dias sem se alimentar em protesto contra o projeto.
Postar um comentário