sexta-feira, 25 de janeiro de 2008

Economia: Brasil como candidato ao G8 ?


Hoje, enquanto fazia a leitura de jornais e sites na Internet me deparei com uma opinião de um colunista britânico do Jornal "The Guardian", Timothy Gardon Ash: "Comprometido em melhorar o estado do mundo", é expandir o G8 para o G14, com a adição do Brasil, China, Índia, México, África do Sul e Indonésia. Timothy completou o tema do Fórum Econômico Mundial em Davos, com a defesa de que o Brasil e outros países deviam participam do G8.


Será que o Brasil tem condições de integrar as melhores economias do mundo? Talvez a pergunta não seria bem essa, mas será que conseguimos perceber tal crescimento? O IBGE divulgou que a taxa de desemprego sofreu a maior queda em cinco anos, em 7,4%. Isso significa crescimento? Sim. Mas é cedo para alçarmos vôos como os defendidos pelo colunista britânico que afirma que o Brasil está entre as economias que resumem o PIB mundial.


Trecho do texto do colunista:


"Apesar de haver mais de 190 países no mundo, juntos, estes 14 estados correspondem a três quintos da população mundial, mais de dois terços do PIB mundial, quase três quartos da emissões de dióxido de carbono e mais de 80% dos gastos com defesa."


O Brasil está em crescimento e pode ser um candidato a uma grande economia no futuro. Hoje, é hora de diminuir as desigualdades sociais, quebrar as barreiras comerciais dos produtos agrícolas e investir no mercado interno para o aumento do consumo. Penso que o Brasil vive tempos de busca pela prosperidade e que já tivemos em situações piores.


Everton Lima é Jornalista

Postar um comentário